segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Primeira noite longe dos papás

Boa noite!

 Hoje venho falar-vos da primeira noite que passei longe dos meus papás.

 No Carnaval, os meus papás tiveram de ir trabalhar e eu fiquei na casa dos meus avós a dormir porque a minha creche ficou fechada. Os meus papás ficaram cheios de saudades minhas! Eu compreendo… é impossível ficar longe de um bebé como eu. Afinal de contas, eu não sou um bebé qualquer. Sou o Rei dos Bu Bebés. E sou eu que mando lá no meu Planeta. E sou muito irresistível e absolutamente necessário à vida dos meus pais.

 Mais uma vez, tenho de aproveitar o meu blogue para expor os meus papás e dizer que eles, por vezes, não batem bem da cabeça. Acham normal que tenham estado imensos minutos (e um minuto no Planeta dos Bu Bebés, onde eu reino, é imenso tempo!) a despedirem-se de mim? Olhavam para mim e só faltava chorar. Acenavam, davam beijinhos, voltavam a acenar e voltavam a dar beijinhos. Festinhas e mais festinhas e muitos “ohhhhhhh” à mistura. Parecia que me iam deixar na casa dos avós para sempre. Eu até fiquei assustado mas, como já sei o que a casa gasta, não liguei nada.

 Descrobri ainda que, no caminho para casa, a mãe até chegou mesmo a deixar cair umas lágrimas e que passou a noite a acordar assustada por eu não estar ao lado dela a dar-lhe pontapés e chapadas. Se lá estivesse ao pé dela nesse momento, dizia-lhe assim: "Ohhhhh mãaaaaeeeeee, aproveitaaaa!!!!! Amanhã já estou de volta e vou puxar-te o cabelo e a arrancar-te o nariz de madrugada"! Já o pai parece que andou a dizer que voltar a dormir sem sobressaltos não seria a mesma coisa e estava triste. És mesmo parvalhão, pai!!

 Passei bem a noite papás e, desculpem, nem me lembrei de vocês. Os meus avós são muito fofos e gostei de poder variar e puxar cabelos diferentes e mais branquinhos. São menos resistentes e fazem mais barulho hihihi.

Adoro gozar com os meus pais. Eles são tão engraçados!

 Obrigado vovós pela noite fantástica!

Eu com os meus avós
 

O Rei dos Bu Bebés